2007 - Auditoria venezuelana por Coalicíon Pro-Accesso e Espacio Público

A auditoria descrita no relatório 'Estudio sobre accesso a la información pública em Venezuela' da Coalicíon Pro-Accesso (Aliança Pro-Accesso) e Espacio Público (Espaço Público) enviou 46 solicitações de acesso à informação para várias instituições e órgãos do Estado, com questões de interesse geral, tomando como marco normativo o direito de petição de requisitos estabelecidos constitucionalmente no direito administrativo venezuelano.
Região: 
América Latina e Caribe
Tipo de Auditoria: 
Passiva
Autores: 
Coalicíon Pro-Accesso e Espacio Público
Ano da auditoria: 
2007
Metodologia: 

Utilizou-se da metodologia do open Society Justice initiative - do livro Transparencia y Silencio. Foi monitorado se pediam a identidade do requerinte. Foram escolhidos vários tipos de solicitantes diferentes (estudantes, não identificado, etc). Monitorada a motivação da solicitação. trabalhou-se com três tipos de resposta: negada, positiva e n]ao se pode apresentar. Respostas negativas: silencio, negativa oral ou escrita.

Condições experimentais: 

Não informada. 

Número de respostas parciais: 
1
Pedidos negados (de forma oral ou escrita): 
40
Negações mudas: 
36
Number Of Agencies Audited (Passive): 
46
Tipo de autor: 
ONG
Auditoria criada pela FGV: 
No
Níveis de governo auditados: